10 Erros comuns na busca por um emprego

10 erros

As oportunidades são perdidas pela maioria das pessoas, porque elas se vestem com macacões e agem como se isso funcionasse“.

No passo que a tecnologia e a economia global estão se movendo, não é de se admirar que os problemas nos sigam. Talvez ele não esteja vestido com macacão, mas é absoltamente um trabalho árduo. Nos últimos 5-8 anos, a maneira de buscar um emprego foi alterada pelo marketing, e os profissionais devem permanecer lado a lado com os novos estilos, técnicas e metodologias usadas em uma transição de carreira. De alguma maneira, hoje em dia, nossas carreiras hoje em dia estão “on” devido à internet.

De outras maneiras, nada mudou, incluindo que aparentemente as pessoas parecem cometer os mesmos erros, sempre. Existem motivos para esse padrão repetitivo – isso pode ser resumido melhor ainda se for pego as rotas obvias para os objetivos e que também é o ultimo caminho de resistência, ou repetindo um comportamento aprendido durante anos, sem se atualizar.

Aqui vai uma lista dos 10 maiores erros cometidos na busca por um emprego:

  1. Buscar apenas pelas postagens de emprego: quanto mais alto escalamos uma ladeira corporativa, menor será a probabilidade de ser publicado na Monster.com. O grande numero de aplicações de qualquer postagem ira inundar o recruta e nossas chances de sermos selecionados será de grande forma diluída pelo volume da competição. De qualquer forma, as frutas mais acessíveis, são as verdes, a as maduras, são aquelas que estão no alto, e precisam ainda ser descobertas.
  2. Dispare e-mails com seu currículo/cv de forma massiva: isso é basicamente uma forma de spam e nos sabemos que a maioria das pessoas age dessa forma. O retorno de mailing direto é em torno de 1-2% do numero de envios, e a taxa de sucessões atual é ainda menor.
  3. Esperar demais das empresas de busca: nos sabemos que as empresas de buscas são pagas para encontrar posições para ninguém, mas a maioria das pessoas espera que como essas empresas tenha uma visibilidade maior entre vários consultores de busca, então uma oportunidade de emprego ira surgir como resultado. Isso é simplesmente um jogo de chances e não garante que você estará no lugar certo, na hora certa. Entretanto, construir relações com os consultores de busca pode ser valioso – eles serão sempre a melhor fonte dos recursos e informações no mercado a que servem e podem prover um anuncio objetivo de carreira.
  4. Formatando nosso currículo/cv como se ainda estivéssemos nos anos 90: Em 1990, um currículo era impresso e enviado pelos correios ou enviado pagina por pagina através de um fax. Naqueles dias, um curriculo tinha páginas reais escritas e lidas nas mãos. Agora é mais provável que o currículo venha a ser lido nas pequenas telas de seis polegadas de um smartphone. O formato dos anos 90 não é otimizado e pode inclusive prejudicar sua marca na busca digital por um emprego.
  5. Escrevendo o currículo como se ainda estivéssemos nos anos 90: De fato, alguns profissionais ainda colocam a palavra “currículo” no topo do seu documento e incluem suas referencias na linha abaixo, muitos profissionais usam o formato Curriculum Vitae para um emprego não acadêmico, e colocam a sua historia profissional em ordem cronológica. O maior de todos os erros é limitar o seu currículo a uma ou duas paginas e omitir detalhes importantes e valiosos nesse processo. Páginas não existem em uma tela, e o currículo é muito mais do que um resumo do livro de estagio de seu MBA.
  6. Confiar em um perfil do LinkedIn para todo o nosso marketing pessoal: Sim, LinkedIn é valioso, e ainda, uma ferramenta indispensável para sua visualização online autopromoção, especialmente durante uma busca. Mas, como confiar em consultores de pesquisa, postagens de emprego, enviar seus currículos por e-mail e contatos imediatos de networking, é apenas um meio, metodologia ou ferramenta durante uma busca. É muito importante elencar e tornar a imagem da marca mais ampla através da internet, de forma que não temos ideia de como uma nova oportunidade poderá surgir. As paginas do Facebook estão apenas começando a tornar-se uma grande ferramenta no mundo do recrutamento.
  7. Não devemos cavar o poço antes de estarmos com sede: Com uma media das buscas executivas nos últimos seis meses e mais vagas sendo encontradas através das pessoas que conhecemos, ou viermos a conhecer, elas só terão sentido se as mantivermos em um lugar de fácil acesso, em uma ampla rede de contatos, a ser chamada no momento certo. Mas, manter contato com essa rede estar disponível para estender a mão e ajuda-los do nosso lado, nos fará parecerem menos oportunistas desesperados, quando precisarmos de ajuda.
  8. Conduzir uma busca de emprego liderando uma geração, ao invés de construir uma rede de contatos: Quando tratamos cada pessoa que conhecemos/encontramos como um condutor para uma vaga de emprego ou oportunidade em uma empresa, essa relação será de pouca duração, e incapaz de crescer e expandir-se. As pessoas contratam pessoas que eles conhecem e gostam muitas vezes, mais do que por suas qualificações, nossa rede de contatos age como os embaixadores da boa vontade daquelas oportunidades além das afinidades deles para conosco.
  9. A Falta de uma sistemática e bem organizada base de dados: Uma boa base de dados relacional que possa marcar categorizar, especificar, conectar os relacionamentos e apontar compromissos, é algo que tem que fazer crescer e avançar nossas carreiras. Que muitas pessoas ainda dependem de volumes encadernados e grossos de Franklin Covey, Tabelas de Excel, Cadernos de endereços do Yahho, e cartões de visitas é a prova de quão resistentes estamos para um novo aprendizado.
  10. Seguir regras que podem ser obsoletas, irrelevantes ou que limitem nossa pesquisa: Essa lista pode ser infinita assim como um curriculo de uma pagina apenas pode ser arbitrariamente curto. A linha de fundo disso é que as tecnologias e ferramentas de pesquisas são dinâmicas e o fluxo está mudando mais rápido do que nós tipicamente podemos dominar. Mas nós aumentamos o problema ainda mais com nossa inflexibilidade, e falta de vontade em nos adaptarmos, mudarmos e crescermos.

_______________________________________________

Patti WilsonPatti Wilson é bem conhecida como treinadora de carreiras executivas, que, em 20 anos, aconselhou literalmente milhares de executivos no crescimento de suas carreiras, construindo suas marcas pessoais, alavancando e otimizando suas redes de contatos, fazendo mudanças efetivas que sucederam o alcance dos seus objetivos. Ela é considerada uma especialista em marcas online de carreiras e rede de contatos, e providenciando estratégias criteriosas através de fronteiras e setores.

Curta e Indique nossa Fan Page Portal Couto Lex’s para seus amigos e familiares.

Fonte:  10 Erros comuns na busca por um emprego. Site BlueSteps Brasil. Disponível em <www.bluesteps.com/Regions/Brasil/10-Erros-comuns-na-busca-por-um-emprego.aspx>. Acesso: 29.11.2013.

0 Responses to “10 Erros comuns na busca por um emprego”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Bem-vindo! O que acessar aqui?

Blog Couto Lex's de utilidade pública, com informação especializada. Contém orientações essenciais sobre a temática na área jurídica e outras considerações transdisciplinares. Para facilitar o seu contato e esclarecer dúvidas sobre o assunto, veja abaixo um sumário dos assuntos já abordados nos posts.

Siga o Blog Via Facebook

Parceiro do Blog

 HG Couto Consultoria Publicações Eletrônicas

HG Couto Consultoria Publicações Eletrônicas

Macetes Esquematizados para Concursos Públicos

Anuncie aqui

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.